Quem é o escritor

Joaquim de Matos Pinheiro

Joaquim de Matos Pinheiro

Economista, gestor e consultor de empresas, com atividade multifacetada dispersa por três continentes, Joaquim de Matos Pinheiro é também um escritor reconhecido pelo ecletismo da sua obra, que inclui poesia, romance, ensaios literários e estudos biográficos, a par de uma colaboração regular com a imprensa escrita de Portugal (o diário O Primeiro de Janeiro, o mensário Elos e o semanário O Progresso da Trofa, entre outros), de Angola (os diários ABC e O Comércio, o mensário Prisma e o semanário Notícia) e do Brasil (os semanários Minas Gerais e Mundo Português e o diário Estado de Minas).
 
Enquanto editor, dirigiu a Editorial Culturang, em Luanda e a Editora Lemi, em Belo Horizonte, sob cujas chancelas deu à estampa importantes escritores e poetas angolanos, como Ruy Duarte de Carvalho, Vasco de Lima Couto, Morão Correia e Carlos Ervedosa, e brasileiros, como o historiador João Oliveira Torres ou o jurista Ricardo Malheiros Fiúza.
 
Empenhado defensor dos valores, da língua e da cultura portuguesas, Joaquim de Matos Pinheiro fez parte do Conselho das Comunidades Portuguesas, após a criação deste órgão consultivo do Governo, ocupando até hoje diversos cargos de direcção em diversas associações cívicas e culturais nacionais e internacionais.
 
Em prosa, é autor de Dias de Inverno, Os Areais do Vento, Memória de Um Tempo Claro, Manuel de Oliveira – um Português na Venezuela e No Centenário de Romain Rolland – Crónicas de Autores Portugueses (coautor). Em poesia publicou África – Poemas e O Elo e a Corrente. Está representado na antologia de poesia contemporânea Entre o Sono e o Sonho, editada pela Chiado Editora em 2013.
 
Contos e artigos seus foram galardoados com diversos prémios literários, em Portugal e no estrangeiro.

Depoimentos

... de um convívio que traduz a AMIZADE de ruma VIDA começada há mais de meio século por gente de um país pequeno que mandou homens para todo o mundo que viveu em continentes variados e que viu com os seus olhos e as suas experiências aquilo que hoje começa a ser escrito para que outros entendam. E há tanto nas linhas escrito, como nas entrelinhas, escondido durante algum tempo até que seja revelado.
O Joaquim De Matos Pinheiro já ganhou mais um dos seu "originais"de meio século com uma propostada estação de rádio da nossa unidade !   


Mário Arteiro - Santo Tirso



Joaquim Matos Pinheiro, economista reformado autor de "Os Areais do Vento" um livro sobre reencontros.

28 Nov, 2011